Peso no coração

Tenho tido um tempo de vacas magras. Não estou reclamando, só lamentando… sei que tudo vai melhorar. Mas nos últimos tempos, tive várias perdas, temporárias, mas tive. Meu avô, falecido há dois anos, que talvez eu o veja novamente. O amor da minha vida, que talvez possa ser “substituída” por uma mulher nota 10. Minha melhor amiga, que debandou pro interior pra comer capim e dizer que tá na roça. Meu serviço, que era bom, mas tava me matando, mexendo com meu psicológico, atrapalhando minha vida. Meu tio Cristiano, que sua ida fez muitos sofrerem, que tá me matando de saudades, mas em breve vou vê-lo novamente com fé em Jeová. E minha prima, que teve que voltar pra caatinga, pro sertão, onde o vento faz a curva e onde o sol nasce primeiro no Brasil. As vezes temos uma visão negativa das situações contrárias que ocorrem conosco, isso é normal. Mas não devemos fazer disso um peso desnecessário em nossa vida. Temos de lidar com isso, ser fortes, jogar nossas tristezas pra Deus cuidar, pois sozinhos não podemos lutar contra isso. Tudo que ocorre de ruim conosco, devemos ter uma visão clara de que será passageiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s