​E quem sabe, por acaso, nossos caminhos não se cruzem novamente…

E quem sabe, por acaso, nossos caminhos não se cruzem novamente. Ao andar pelas ruas, ouço seus passos, sinto teu cheiro, lembro-me de como tua presença é boa e como seu sorriso me acalenta. Tuas lembranças tatuei em minhas memórias, pois esquecer você é um grandioso ato de idiotice. Que o universo do teu olhar seja meu lar, onde viajarei dentre anos-luz por toda a eternidade.

Anúncios

2 comentários sobre “​E quem sabe, por acaso, nossos caminhos não se cruzem novamente…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s